LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
A CULTURA GAY É INTOLERANTE E NÃO CONSEGUE VIVER NA DIVERSIDADE COM RESPEITO

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dois homens “namorados” e um assassinato: só a vítima era homossexual?

Dois homens “namorados” e um assassinato: só a vítima era homossexual?
Julio Severo: A imprensa parcial se atropela em suas próprias tontices. O jornal Dourados Agora relata um assassinato, deixa claro que vítima e autor (ambos homens) do crime eram companheiros, mas atribui o termo “homossexual” somente à vítima. Deve ser algum novo padrão da mídia, que deve ter transformado a palavra “homossexual” em algum título de honra ou condecoração. Se o homem viciado em sexo anal é o criminoso, não merece esse título e condecoração. Se o homem viciado em sexo anal é a vítima, aí a mídia o condecora com o “honroso” título em suas “reportagens”. O cabeleireiro, que era barulhento e tinha hábitos noturnos, conforme a reportagem do Dourados Agora, foi assassinado quando ele e seu “companheiro” estavam usando drogas em plena madrugada. Tente imaginar o que um mundo só de praticantes de sodomia faria entre si se não mais houvesse homens que não praticam atos homossexuais… Confira agora a “reportagem”:

CABELEIREIRO TEM TESTÍCULOS E NARIZ ARRANCADOS POR NAMORADO

Um relacionamento homossexual terminou de forma trágica na madrugada de quinta-feira (25), em Alfenas, na Região Sul de Minas, quando o cabeleireiro G F P, 25 anos, foi brutalmente assassinado dentro de sua casa, no Centro da cidade.

O corpo da vítima foi encontrado caído atrás de um sofá, seminu, sem os testículos e parte do nariz, além de marcas de várias facadas.

O namorado da vítima, F H A, 20 anos, preso no início da tarde, confessou o crime.

A violência do crime chocou até mesmo os policiais que recolheram o corpo, após o trabalho da perícia.

Uma vizinha da casa que saía cedo para trabalhar reparou que havia sangue escorrendo na rua e que o rastro vinha de dentro da casa do cabeleireiro, passando pela garagem e seguia pela calçada.

A moradora, que não quis se identificar, contou também aos policiais que ouviu gritos na madrugada mas como Gilvan era uma pessoa de hábitos noturnos e que sempre fazia muito barulho, não estranhou, nem se levantou para ver o que estaria acontecendo.

O cabeleireiro era homossexual e morava no local que fica na parte de baixo de um sobrado há menos de um ano.

A casa tinha poucos móveis, muita coisa espalhada pelo chão, além de solvente de tinta e pó de extintor de incêndio.

Policiais disseram ainda que o crime ocorreu por volta de 4 horas da madrugada. Ao sair do local, o assassino teve o cuidado de fechar a porta.

No início da tarde, F, namorado de G, foi localizado em uma kitnet próxima ao Hospital Universitário Alzira Velano e portava duas facas.

Na delegacia, F teria confessado sobre a briga e o assassinato do companheiro, mas segundo policiais, não esclareceu a razão para o desentendimento.

Ele confessou ainda que usou gilete para mutilar o cabeleireiro. A suspeita é de que os dois tivessem usado drogas antes da tragédia. (Do Hoje em Dia)


Divulgação: www.juliosevero.com






 
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com/

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação
e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

Dois assassinatos horrendos, um assassino e nenhum homossexual

Dois assassinatos horrendos, um assassino e nenhum homossexual

Clique no link abaixo para acessar a matéria que esconde o mundo homossexual:
http://direito-penal.blogspot.com/2011/08/dois-assassinatos-horrendos-um.html

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Modelo de Arrogância Gay: "Sem patrocínio, Grupo Gay da Bahia ameaça boicotar empresas". Sem poder e sem a PL 122/06 já quer dominar, imaginam ocupando cargos nos governos? Agora a Marcha da Maconha exigirá o apoio das empresas, depois a Marcha da Pedofilia, depois a Marcha das Vadias, depois a Marcha para Jesus, depois a Marcha ????. Agora, Marcha para combater a Corrupção no Governo Petista e Carga Tributária que sufocam as Empresas que geram empregos Nem Pensar!

Sem patrocínio, Grupo Gay da Bahia ameaça boicotar empresas

 

ONG critica ausência de apoio privado para Parada Gay de Salvador, em setembro


Thiago Guimarães, iG Bahia

Diante da falta de apoio privado para a Parada Gay de Salvador, o Grupo Gay da Bahia, associação de defesa dos direitos dos homossexuais mais antiga do Brasil, quer promover uma campanha de boicote a empresas que não patrocinam eventos gays no País.

A 10ª edição da Parada Gay da Bahia ocorre no próximo dia 11 de setembro, e estima-se que vá reunir 1 milhão de pessoas pelas ruas da capital baiana. Com gastos estimados em R$ 150 mil, que incluem pagamento de 160 pessoas, entre seguranças e pessoal de logística, 2.000 lanches e ações de publicidade, não recebeu recursos de empresas de porte, segundo o GGB.

Queremos lançar essa discussão para gerar constrangimento (a empresas que evitam apoiar eventos gays). A gente tem que promover a conscientização de algum modo”

A associação diz ter encaminhado pedidos de patrocínio a oito grandes empresas – duas do ramo de telefonia, uma de alimentação, três shoppings e uma de combustíveis. Sem sucesso nas tentativas de captação, aponta preconceito do empresariado e sugere uma campanha de boicote a essas empresas em 2012.

“Empresários brasileiros são muito preconceituosos e pouco antenados com este mercado ‘cor de rosa’, diferentemente do que ocorre em Nova York, Amsterdã ou Roma. Por isso, estão perdendo um rico nicho de consumidores com alta renda”, afirmou, em nota, o fundador do GGB Luiz Mott.

Na avaliação da associação, o público LGBT representa 10% da população brasileira, e cerca de metade desse contingente ganha de oito a dez salários mínimos por mês, com gastos elevados em itens como viagens, bebidas, informática, telefonia, cultura e roupas de grife. “Muitos executivos ainda não se deram conta do potencial econômico desses 10% de brasileiros”, afirma a associação, em nota.

Presidente do GGB, Marcelo Cerqueira diz que até agora a associação arrecadou cerca de R$ 100 mil para a organização da parada - a maior parte dos recursos, contudo, veio na forma de permutas e convênios. O ativista critica o fato de o evento ter apoio de órgãos públicos - como governo da Bahia e Prefeitura de Salvador - e ser ignorado pelo empresariado mais abastado.

“Queremos lançar essa discussão para gerar constrangimento (a empresas que evitam apoiar eventos gays). A gente tem que promover a conscientização de algum modo”, afirma Cerqueira, sobre a possível campanha de boicote. “Uma campanha bem feita de boicote a alguma firma homofóbica é um pesadelo que nenhum empresário gostaria de enfrentar”, diz a nota da ONG.

Em que pesem as dificuldades de captação de recursos, o presidente do GGB diz que a parada está garantida, com cerca de dez trios elétricos e até 1 milhão de participantes nas ruas de Salvador, estimativa da Polícia Militar da Bahia.

Fonte: IG


Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://pedofilianauniversidade.blogspot.com/2011/08/por-que-aumenta-o-envolvimento-de.html

Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Por quê aumenta o envolvimento de psicólogos, pedagogos, professores universitários, médicos, advogados, juristas, promotores, membros das entidades de "direitos humanos", esquerdistas e socialistas na defesa intelectual, teórica e "científica" da PEDOFILIA?

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://pedofilianauniversidade.blogspot.com/2011/08/por-que-aumenta-o-envolvimento-de.html

Anarquia sexual: o legado homossexual e pedófilo do psicólogo e esquerdista Alfred Kinsey

Anarquia sexual: o legado homossexual e pedófilo do psicólogo e esquerdista Alfred Kinsey

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://alfredkinsey-brasil.blogspot.com/2011/08/anarquia-sexual-o-legado-homossexual-e.html

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Senador lamenta decisão da Justiça pela retirada de outdoor contra homossexualidade

Senador lamenta decisão da Justiça pela retirada de outdoor contra homossexualidade
     
Silva Junior/Folhapress
Outdoor colocado em Ribeirão Preto revoltou a comunidade gay da cidade paulista                       

Da Agência Senado
Em Brasília

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) lamentou, em pronunciamento nesta segunda-feira (22), decisão da Justiça de Ribeirão Preto, em São Paulo, pela retirada das ruas de outdoor instalado pela igreja evangélica Casa da Oração com versículos bíblicos que condenando a homossexualidade. Para o senador, a decisão foi tomada "de maneira arrogante e antidemocrática" e feriu o direito à liberdade de expressão do grupo evangélico.

Na semana em que se realizaria a 7ª Parada do Orgulho Gay de Ribeirão Preto, marcada para o domingo (21), a Casa da Oração divulgou em outdoor três trechos retirados da Bíblia (Levítico 20:13; Romanos 1:26-29 e Atos 3:19), reprovando a união entre pessoas do mesmo sexo. Provocado por uma ação da Defensoria Pública, o juiz substituto da 6ª Vara Cível de Ribeirão Preto, Aleksander Coronado Braido da Silva, determinou a retirada do material e aplicou multa de R$ 10 mil ao pastor responsável em caso de descumprimento.

Na avaliação do senador Marcelo Crivella, o Senado não pode se calar diante do que classificou como um "atentado à liberdade de expressão e de religião".

"Isso aqui é a Bíblia, isso aqui é a palavra de Deus. Isso aqui é o primeiro livro impresso nas prensas de Gutemberg e o mais lido nas civilizações ocidentais de origem cristã. Isso não pode ser censurado. Esse país iniciou-se com uma missa. Esse país começou com princípios cristãos, de família, com a Bíblia aberta nos lares. E nós não podemos abrir mão de que essa palavra seja pregada. Eu não estou fazendo nada mais do que citar a Bíblia", defendeu o senador.

Marcelo Crivella argumentou que, se os homossexuais querem respeito, precisam respeitar também a opinião de quem discorda deles. E enfatizou que a decisão do Supremo Tribunal Federal de reconhecer a união entre pessoas do mesmo sexo não autorizou a censura à Bíblia nem o cerceamento da liberdade de pensamento no país. Para o senador, "a Bíblia é, como ela é" e qualquer um tem o direito de pregá-la.

"Não podemos retroceder, não podemos aceitar retrocesso", afirmou.

Em aparte, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) concordou com a crítica de Crivella à decisão da Justiça de Ribeirão Preto. Ataídes disse estar indignado com a medida e a considerou um "preconceito" contra a igreja.


Fonte: BOL



Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

Igreja Cristã enfrenta revolução que está abalando seus alicerces: a revolução gay

Igreja Cristã enfrenta revolução que está abalando seus alicerces: a revolução gay



17 de agosto de 2011 (AlbertMohler.com/Notícias Pró-Família) — A igreja cristã nunca enfrentou escassez de desafios em sua história de 2.000 anos. Mas agora está enfrentando um desafio que está abalando seus alicerces: a homossexualidade.

Para muitos espectadores, isso parece estranho ou até trágico. Por que é que os cristãos não podem simplesmente se juntar a essa revolução?

Não há a menor dúvida: é uma revolução moral. Como o filósofo Kwame Anthony Appiah da Universidade de Princeton demonstrou em seu recente livro “The Honor Code” (O Código de Honra), uma revolução moral geralmente acontece durante um longo período de tempo. Mas mal dá para dizer que esse é o caso com a mudança que temos testemunhado acerca da questão da homossexualidade.

Em menos de uma única geração, a homossexualidade passou de algo quase que universalmente entendido como pecado para algo agora declarado como equivalente moral da heterossexualidade — e merecedor de proteção legal e incentivo público. Theo Hobson, teólogo britânico, argumenta que isso não é simplesmente o desaparecimento de um tabu. Em vez disso, é uma inversão moral que deixou aqueles que são fiéis à velha ordem moral agora acusados de nada menos do que “deficiência moral”.

As igrejas e denominações liberais têm uma saída fácil dessa situação desagradável. Elas simplesmente se acomodam à nova realidade moral. A esta altura, o modelo está claro: Essas igrejas debatem a questão, onde os conservadores argumentam que guardam a velha ordem moral e os liberais argumentam que a igreja precisa se adaptar à nova ordem moral. Os liberais acabarão ganhando e os conservadores acabarão perdendo. Em seguida, a denominação ordena candidatos assumidamente gays ou decide dar sua bênção para uniões de mesmo sexo.

Essa é a rota que os evangélicos que têm compromisso com a plena autoridade da Bíblia não podem tomar. Já que acreditamos que a Bíblia é a Palavra revelada de Deus, não podemos nos acomodar a essa nova moralidade. Não podemos fingir que não sabemos que a Bíblia ensina claramente que todos os atos homossexuais são pecado, como é pecado toda conduta sexual humana fora da aliança conjugal. Acreditamos que Deus revelou um padrão para a sexualidade humana que não só aponta o caminho para a santidade, mas também para a verdadeira felicidade.

Portanto, não podemos aceitar os argumentos sedutores de que as igrejas liberais tão prontamente adotam. O fato de que o casamento de mesmo sexo é agora uma realidade legal em vários estados significa que precisamos, além disso, estipular que somos obrigados pelas Escrituras a definir o casamento como a união de um homem e uma mulher — e nada mais.

Fazemos isso sabendo que a maioria dos americanos outrora tinha as mesmas concepções morais, mas que um novo mundo está vindo rápido. Não temos de ler todas as pesquisas de opinião pública; tudo o que precisamos fazer é conversar com nossos vizinhos ou escutar aos bate-papos da cultura.

Nessa desagradável e difícil situação cultural, os evangélicos precisam ser dolorosamente claros de que não falamos sobre o pecado da homossexualidade como se não tivéssemos pecado. Na realidade, é precisamente porque vimos a nos conhecer como pecadores e conhecer nossa necessidade de um Salvador que temos vindo à fé em Jesus Cristo. Nosso maior temor não é que a homossexualidade seja normalizada e aceita, mas que os homossexuais não virão a conhecer que precisam de Cristo e do perdão de seus pecados.

Essa não é uma preocupação que é facilmente expressa em declarações curtas. Mas é no que verdadeiramente acreditamos.

Está agora abundantemente claro que os evangélicos cometeram muitos fracassos para fazer frente a esse desafio. Muitas vezes, falamos acerca da homossexualidade de modo cru e simplista. Não levamos em consideração o modo obstinado como a sexualidade nos define como seres humanos. Falhamos em ver o desafio da homossexualidade como uma questão do Evangelho. Afinal, somos aqueles que têm a obrigação de saber que o Evangelho de Jesus Cristo é o único remédio para o pecado, começando com nosso próprio pecado.

Temos demonstrado nossa própria forma de homofobia — não do jeito que os ativistas gays têm usado essa palavra, mas no sentido de que temos medo de enfrentar essa questão onde é mais difícil… face a face.

Minha esperança é que os evangélicos estejam prontos para enfrentar esse desafio de um jeito novo e mais fiel. Não temos realmente nenhuma escolha, pois estamos conversando sobre nossos próprios irmãos e irmãs, nossos próprios amigos e vizinhos, ou talvez o jovem que está no banco da nossa frente.

Não há como escapar do fato de que estamos vivendo no meio de uma revolução moral. Contudo, não é o mundo ao nosso redor que está sendo testado, mas a igreja que crê. Estamos para descobrir exatamente quanto acreditamos no Evangelho que pregamos com tanta paixão.

Publicado com a permissão de AlbertMohler.com

Artigos relacionados:








Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com



Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Cuidado, pais: não confiem em médicos para cuidar de suas filhas

Cuidado, pais: não confiem em médicos para cuidar de suas filhas

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://mulherreformada.blogspot.com/2011/08/cuidado-pais-nao-confiem-em-medicos.html

MPF-SP processa igreja evangélica por declaração contra ateus

MPF-SP processa igreja evangélica por declaração contra ateus

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo moveu ação civil pública contra a emissora Rede TV! e a Igreja Internacional da Graça de Deus pela veiculação de mensagens ofensivas contra pessoas ateias. Nela, o órgão pediu que ambas se retratem no programa de onde partiu as declarações, bem como esclareçam à população sobre a diversidade religiosa e liberdade de crença no Brasil durante o dobro do tempo usado nas supostas ofensas.
Durante a edição do programa O Profeta da Nação de 10 de março, o apresentador disse: "Só quem acredita em Deus pode chegar pra frente. Quem não acredita em Deus pode ir pra bem longe de mim, porque a pessoa chega pra esse lado, a pessoa que não acredita em Deus, ela é perigosa. Ela mata, rouba e destrói. O ser humano que não acredita em Deus atrapalha qualquer um. Mas quem acredita em Deus está perto da felicidade."
Segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, as declarações ferem a Constituição Federal e a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Ele afirmou o Brasil é um Estado laico e que a todos é assegurada a liberdade de crença religiosa, além da possibilidade de ser ateu e agnóstico.
O MPF também pediu que a Secretaria de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, instituição responsável pela regulamentação dos serviços de radiodifusão, fiscalize o programa e a emissora. Para o MPF, foi ferido um artigo do Regulamento dos Serviços de Radiofusão que obriga a subordinação dos conteúdos às finalidades educativas, informativas e culturais.
Nota de Julio Severo: Parece que a principal função do MPF-SP agora não é lidar com criminosos, mas ameaçar cristãos. Em 2006, o MPF-SP aceitou, da Associação da Parada do Orgulho Gay de São Paulo, queixa contra mim por “homofobia”. Em 2007, esse mesmo MPF-SP recebeu, de Toni Reis (presidente da Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Transgêneros), queixa contra mim por “homofobia”. Seu nome mais adequado não é MPF, mas MPAC — Ministério Público Anti-Cristão.
Divulgação: www.juliosevero.com
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Grupos gays ameaçam igreja evangélica por causa de outdoor bíblico

Grupos gays ameaçam igreja evangélica por causa de outdoor bíblico


Os organizadores da Parada Gay de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, prometem contestar na Justiça outdoors colocados pela igreja evangélica Casa de Oração que citam mensagens bíblicas sobre homossexualidade. Os grupos gays reclamam de provocação, já que no domingo (21) ocorre a 7ª Parada do Orgulho Gay no município.

Mensagem bíblica de outdoor enfureceu ativistas gays
Segundo o pastor Antônio Hernandes Lopes, no entanto, o objetivo é apenas “expressar o que Deus diz a respeito da homossexualidade”. Nas frases, que citam a Bíblia, lê-se: “Assim diz Deus: ‘Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...’”. Há ainda outras duas passagens relacionadas ao tema.

"Todos os seres humanos têm direito a expressar o que quiserem, mas têm o ano todo para fazer isso. Fazer na semana da diversidade é uma maneira de ataque, não tinha essa necessidade", afirma Agatha Lima, uma das responsáveis pela Parada Gay na cidade.

“Estamos aproveitando a oportunidade que eles estão divulgando a maneira de viver deles para expressar o que Deus diz a respeito”, rebate o pastor. Ele diz que o outdoor foi colocado em um ponto distante do trajeto da Parada Gay, justamente para evitar confrontos.

Mas não é o que diz Agatha Lima. "Esse outdoor é apenas um dos cinco que foram instalados na cidade. E esse, próximo à Câmara Municipal, está a um quarteirão do nosso Centro de Referência da Diversidade Sexual", diz.

O pastor da Igreja Casa de Oração refuta a acusação de homofobia: “É algo que já está divulgado há milhares de anos”, afirma Antônio Hernandes. “Nós amamos essas pessoas, oramos por elas, elas são bem-vindas, mas a vida, a forma que elas vivem, está contrária àquilo que Deus diz”, argumenta.


Divulgação: www.juliosevero.com



Pastor é perseguido por alertar acerca da agenda homossexual

Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com



INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.




http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Vida, a grande questão inegociável: autismo e eugenia

Vida, a grande questão inegociável: autismo e eugenia

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://mulherreformada.blogspot.com/2011/08/vida-grande-questao-inegociavel-autismo.html

Escola Secundária da Flórida remove professor por criticar “casamento” gay no Facebook

Escola Secundária da Flórida remove professor por criticar “casamento” gay no Facebook



MOUNT DORA, FL, EUA, 18 de agosto de 2011 (Notícias Pró-Família) — A Escola Secundária Mount Dora removeu Gerald (Jerry) Buell, um professor veterano de estudos sociais, de sua classe por causa de comentários que ele fez no Facebook criticando o “casamento” homossexual. Christopher Patton, responsável pela área de comunicações das escolas do município de Lake, disse para LifeSiteNews que Buell foi mudado para deveres administrativos pendendo os resultados de uma investigação envolvendo uma suspeita violação do código de ética.

Jerry Buell
Em sua conta pessoal de Facebook, fora do horário escolar, Buell postou uma reação ao fato de que o Estado de Nova Iorque aprovou o “casamento” homossexual, dizendo que ele “quase vomitou”. Ele também se referiu às uniões homossexuais como pecado, dizendo que são parte de um “esgoto” de condutas em comentários citados pelo jornal Orlando Sentinel.

Embora LifeSiteNews não tivesse tido condições de fazer contato com Buell na casa dele, as informações sobre ele na página da escola — que foram apagadas depois da publicação deste artigo — revelaram que ele é um cristão dedicado. “Em primeiro lugar, sou um homem de Deus”, escreveu ele. “Tento ensinar e guiar meus estudantes como se a Escola Secundária Lake tivesse contratado o próprio Jesus Cristo. Isso não significa que dou sermões e sirvo a comunhão diariamente… o que significa é que faço tudo o que está ao meu alcance para ensinar, servir e ministrar para meus estudantes como professor guiado e conectado ao Criador do Universo”.

Em resposta às críticas que vem recebendo de ser incitador de ódio, Buell disse ao Orlando Sentinel: “Tenho alunos que sei que são homossexuais. Eles sabem que não os odeio. Eu os amo”.

“Não foi por ódio”, acrescentou ele. “Foi sobre o modo como interpreto as coisas”.

Patton disse para LSN que na terça-feira receberam um email com queixas, contendo citações que apareceram no Orlando Sentinel. Por isso, Buell, disse ele, foi removido de sua classe e foi colocado em outra função, no escritório do distrito, para trabalhar em responsabilidades que não envolvem dar aulas, enquanto a diretoria investiga se as ações dele constituem uma violação do código de ética.

Um caso muito semelhante ao de Buell é o caso canadense do professor Chris Kempling que em 1995 foi suspenso de dar aulas por escrever cartas a um jornal local explicando a convicção cristã sobre a homossexualidade. Kempling lutou contra todas as acusações até o Supremo Tribunal do Canadá, onde seu recurso foi negado — deixando-o com centenas de milhares de dólares em honorários legais para pagar.

O caso de Buell não é novo nos Estados Unidos. No verão passado, um professor católico foi demitido da Universidade de Illinois por enviar um email aos estudantes de um curso sobre a doutrina católica, explicando como a atividade homossexual é contrária à lei moral natural.

Mais recentemente, Damian Goddard, narrador de programas de esportes da TV do Canadá, foi demitido porque, numa mensagem de Twitter, ele apoiou Todd Reynolds, agente de hóquei de Burlington. Reynolds provocou indignação quando criticou Sean Avery, estrela do hóquei do New York Rangers, por fazer um anúncio de TV apoiando o “casamento” gay. “De forma total e com todo o coração apoio Todd Reynolds e sua defesa ao VERDADEIRO e tradicional sentido do casamento”, Goddard disse em sua mensagem de Twitter.

Informações de contato:

Principal Pam Chateauneuf
ChateauneufP@lake.k12.fl.us

Debbie Stivender, Lake County School Board
Stivenderd@lake.k12.fl.us

Artigos relacionados:














Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com



Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Governo inglês prende casal inocente e toma-lhes os filhos, destruindo seu casamento

Governo inglês prende casal inocente e toma-lhes os filhos, destruindo seu casamento

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://mulherreformada.blogspot.com/2011/08/governo-ingles-prende-casal-inocente-e.html

Autoritarismo: Defensoria Pública de Ribeirão Preto ordena imediata retirada de outdoors bíblicos, ameaçando igreja com multa de R$ 10 mil

Autoritarismo: Defensoria Pública de Ribeirão Preto ordena imediata retirada de outdoors bíblicos, ameaçando igreja com multa de R$ 10 mil


Comentário de Julio Severo: Quando a parada gay de São Paulo fez exposição pública de santos católicos em situações homoeróticas, nenhuma autoridade do governo tomou providências. Agora, uma igreja é ameaçada por sustentar publicamente uma declaração da Bíblia que é de conhecimento universal e milenar. Qual vai ser a alegação? Que a Bíblia é “homofóbica”? A notícia a seguir é do jornal esquerdista Folha de S. Paulo:

Justiça manda retirar outdoor evangélico criticado por gays em SP


A Justiça de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) determinou a retirada imediata da mensagem com citações evangélicas em um outdoor que gerou críticas pelo movimento gay da cidade.


Mensagem bíblica de outdoor está sob ameaça imediata de censura por parte de autoridades de Ribeirão Preto
A liminar foi concedida para ação civil pública movida pela Defensoria Pública de Ribeirão.

Segundo o defensor público Victor Hugo Albernaz, a decisão da 6ª Vara Cível de Ribeirão determina a imediata retirada, sob pena de multa de R$ 10 mil.

A obrigação de retirada foi dirigida à Casa de Oração, igreja evangélica autora das mensagens, e à Nobili Painéis, proprietária do outdoor.

Segundo Albernaz, até o início da noite desta sexta (19) a Nobili já havia sido notificada.

À Folha o pastor Antonio Hernandes Lopes disse que só se manifestará após ser notificado.

O outdoor colocado na última quarta-feira (17) trazia três citações bíblicas. Entre elas uma do livro de Levítico: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...".

A outra, da Carta de São Paulo aos Romanos, diz que "até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros".


Divulgação: www.juliosevero.com





 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Abuso de autoridade: Outdoors bíblicos são retirados sob ameaça

Abuso de autoridade: Outdoors bíblicos são retirados sob ameaça


Comentário de Julio Severo: Paradas gays no Brasil têm liberdade de afrontar a Bíblia e valores religiosos, sob a capa de direito de expressão. Mas quando os cristãos colocam versículos da Bíblia em outdoors, ativistas gays e governo gritam “homofobia”! A Defensoria Pública de Ribeirão Preto envergonhou toda a sua classe ao ameaçar os responsáveis pelos outdoors bíblicos. No mínimo, toda essa equipe da Defensoria deveria ser exonerada imediatamente por defender e praticar a censura. A notícia a seguir é do jornal esquerdista Folha de S. Paulo:

As mensagens bíblicas que geraram críticas do movimento gay, em Ribeirão Preto (313 km de SP), foram apagadas do outdoor. Na noite de ontem (19), a 6ª Vara Cível concedeu liminar a uma ação proposta pela Defensoria Pública, determinando a retirada imediata. Na manhã deste sábado, o outdoor, colocado ao lado da Câmara da cidade, já estava em branco.

A obrigação da retirada foi dirigida à Casa de Oração, igreja evangélica autora das mensagens, e à empresa Nobile Publicidade Visual, sob pena de multa de R$ 10 mil. Nenhum representante da empresa foi encontrado para falar sobre a retirada.

O pastor Antônio Hernandez Lopes, da Casa de Oração, disse que ficou surpreso com a retirada das mensagens porque ele ainda não havia sido notificado.


Ameaça estatal prevaleceu: outdoor bíblico foi censurado e retirado
"Dormi em um país democrático e acordei em um país ditatorial. Estou assustado", afirmou. Lopes disse que assinou um termo de responsabilidade com a empresa por conta da mensagem e que analisa a possibilidade de pedir ressarcimento.

O outdoor foi colocado na última quarta-feira (17) e trazia três citações bíblicas. Entre elas, uma do livro de Levítico: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...".

Outra, da Carta de São Paulo aos Romanos, diz que "até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros".


Divulgação: www.juliosevero.com





Pastor é perseguido por alertar acerca da agenda homossexual

Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com



INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.




http://educacaoeculturareformada.blogspot.com

Pastor vítima de censura fala

Pastor vítima de censura fala


Em entrevista ao Portal Cristão News, o Pr. Antônio Hernandez Lopes conta como foi ameaçado e como a Bíblia foi efetivamente censurada em Ribeirão Preto


O Pastor Antônio Hernandez Lopes concedeu entrevista ao Portal Cristão News e comentou sobre as mensagens bíblicas que geraram críticas do movimento gay em Ribeirão Preto e que foram apagadas do outdoor por decisão da justiça.

 
Segundo Hernandez Lopes, “ele até agora não sabe quem tirou ou retirou a mensagem do outdoor, ele não recebeu notificação nenhuma, na verdade ele até recebeu a ligação de um defensor público o ameaçando de processá-lo caso ele não retirasse o outdoor. Segundo Hernandez Lopes ele propôs ao defensor o cancelamento da parada gay que acontecerá às 13 horas de hoje em Ribeirão e o defensor disse que a tirada do outdoor era necessária, porém o cancelamento da parada era irrevogável.

Segundo Hernandes a decisão foi da vara cível da comarca de Ribeirão Preto onde o juiz deu uma liminar com pena de multa. Perguntado se realmente foi o defensor que ligou e não outra pessoa, Hernadez disse que era o defensor sim e que tal defensor ligou para o presidente do conselho e o presidente deu o celular dele e completa:

“A única ameaça que tivemos foi do poder público! Porém quem tirou o outdoor foi o poder público. Nós não tiramos o outdoor. Nós não negamos a palavra de Deus”. E concluindo diz: “quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica”. (Romanos 8:33)

Segundo Hernandez, ele não recebeu notificação nenhuma e “fato que até agora eles não respeitaram o meu direito de ter sido notificado” e questionará o seu direito de defesa. Ele diz que assinou um termo de responsabilidade, tiraram o outdoor de lá, porém a igreja não tirou o versículo de sua boca.

Para quem acha que Antônio Hernandez Lopes tomou a decisão de colocar o outdoor do dia para a noite está bastante enganado, pois segundo ele essa foi uma estratégia de Deus e depois de muita oração e jejum, subidas e descidas aos montes e joelho no chão durante mais de 6 meses em consonância com a igreja e algumas igrejas locais e irmãos.

“Confio no Senhor Jesus, pois a perseguição que estamos vivendo reflete até no exterior. Não temos dúvida que Deus está nessa causa. O fone da igreja eu desliguei. Só mantenho o fone pessoal celular no qual eu atendo as ovelhas. Tudo o que aconteceu Deus tem dado esconderijo, refugio e me ajudado, Deus tem protegido, eles não conseguem, Deus tem me preservado e dado paz e alegria que nunca experimentei”, afirma Hernandez.

“Na verdade, pense em uma coisa: é Deus que está por trás disso tudo, pois nós estamos na legalidade e eles estão na ilegalidade. É Deus quem está fazendo confusão na terra dos filiesteus”, diz Hernandez.

Neste momento lágrimas de alegria, misturadas com clamor percorrem o corpo do Pastor Hernandez que clama:

“Eu não choro de tristeza, e sim de alegria, eu clamo a todos os homens e mulheres de Deus nesta terra: acorda Igreja! Acorda para o que estamos vivendo. Acorda igreja que dorme! Eu não estou chorando porque eu estou com medo. Eu estou chorando porque eu estou vendo uma igreja morta! Dormi em um país democrático e acordei em um país ditatorial!

O Pastor Hernandez termina solicitando que todos os irmão “se liguem” hoje a noite no site www.casadeoracaoderibeirao.org.br, pois fará um culto ao vivo e publicará no site e pede para que todos divulguem o que ele irá pregar à nação: “será uma grande palavra e avivamento”

Pede mais que todos orem por ele e pela igreja.


Divulgação: www.juliosevero.com







Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com


INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.


http://educacaoeculturareformada.blogspot.com