LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
A CULTURA GAY É INTOLERANTE E NÃO CONSEGUE VIVER NA DIVERSIDADE COM RESPEITO

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

(Vídeo) - Católico defende Silas Malafaia


Católico defende Silas Malafaia


Católico defende Silas Malafaia

Advogado católico desmascara falsos argumentos de jurista e estudante de genética contra pastor assembleiano

Julio Severo
Se dependesse de sua doutrina católica, o advogado Leonardo Bruno jamais defenderia o evangélico Silas Malafaia. Mas o que está em jogo é muito mais importante do que diferenças teológicas. Sob ameaça está a família e até a liberdade de proclamar o que está na Bíblia.
Colocando divergências teológicas de lado, o Dr. Leonardo demole as falácias de um militante travestido de “geneticista” e os falsos argumentos de uma jurista que milita pela agenda do sexo fecal.
Para assistir ao vídeo desmascarando a jurista, vá a este link: http://youtu.be/bRYSj9y7rB0

Para assistir ao vídeo desmascarando o “geneticista”, vá a este link: http://youtu.be/zeZUkkiqwuo

Essas duas defesas são importantíssimas, pois recentemente Genizah, um tabloide cujo dono se autointitula calvinista, usou o vídeo do “geneticista” exclusivamente para atacar Malafaia, colocando preconceitos teológicos, que estão longe de salvar qualquer pobre alma, acima da defesa da família.
De acordo com o Rev. João d’Eça, da IPB: “O calvinismo não tem nada a ver com os posicionamentos de GENIZAH e de outros”.
Portanto, quando os donos do Genizah, Púlpito Cristão e outros atacam Malafaia e ainda posam de calvinistas, cometem duplo falso testemunho: 1. Bancam os heróis da fé e atacam um homem que tem a coragem de defender a família, enquanto eles mesmos se aliam covardemente aos inimigos da família e do Evangelho. 2. Declaram-se calvinistas, quando na verdade são rejeitados por calvinistas como o Rev. João d’Eça e outros.
Se até um católico pôde colocar diferenças teológicas de lado para defender Malafaia em sua luta pró-família, o que alguns evangélicos estão fazendo se aliando aos inimigos do Cristianismo?
Leitura recomendada:

Nenhum comentário:

Postar um comentário